Novas instalações

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Prós Moços....a pedido do Rui Felício.

Queijo de Serpa


Presunto de Barrancos



Optima combinação: um queijo de Serpa; Presunto de Barrancos e Um Tinto de Borba



Vinto: Borba
Reserva Tinto


Cor rubi com nuance acastanhada
Aroma rico e cheio a frutos bem maduros
Sabor Ao sabor é um vinho macio, com ligeira adstringência, equilibrado, de taninos suaves e aveludados, com corpo, onde se nota o carácter frutado e ligeira evolução, que se prolonga no final da prova
Como provar:
Visão, olfacto e paladar: estes são os sentidos que têm de estar bem apurados quando se saboreia um vinho. A prova é utilizada para avaliar o vinho e apesar de parecer um pouco complexa, qualquer um pode realizá-la.

Comece por olhar o vinho e repare bem na sua cor. Depois, leve o copo ao seu nariz e sinta os aromas que estão a ser libertados. Se quiser, mexa o copo ligeiramente para estimular a libertação de outros aromas. Leve o copo à boca e beba um gole: o sabor é a combinação entre aquilo que o olfacto detectou e aquilo que é sentido pelo paladar. Na boca vai sentir a estrutura do vinho e a sua acidez.

Bom apetite e....como somos de uma geração de bons príncipios....as moças servem-se em 1º lugar...mas não abusem!!! Olhem a "linha"!!!!???


Jotta Leitão

12 comentários:

  1. Nota de rodapé: O vinho é um Marquês de Borba!!!

    ResponderExcluir
  2. E com Cabrito de Sicó?
    - Cavalo Selvagem, de Podentes!
    Um abraço. Pedro Martins

    ResponderExcluir
  3. As moças também gostam...e muito!
    Pedro esse Cavalo Selvagem de Podentes deve
    ser coisa boa e com o cabrito...imagino!!!

    ResponderExcluir
  4. Boa digestão!
    Usem, mas não abusem...

    ResponderExcluir
  5. Obrigado Zé Leitão! És um amigalhaço e escolheste bem! Mesmo ao gosto aqui do moço...

    Se a Marquês de Borba “já era”, há outras iguais para substituir a primeira.

    Qualquer destes produtos, dada a sua qualidade, se pode conservar por tempo indeterminado, razão pela qual te intimo a não lhes tocares antes de eu ir aí a Coimbra.
    Nessa altura, deverás trazê-los para a esplanada do Samambaia.

    Sim porque, embora o salivar aumente com as boas e sugestivas fotografias, já o palato é mais exigente, não se contentando com elas e reclamando os “modelos” ao vivo...

    ResponderExcluir
  6. Só prós moços ou as moças também estão incluídas?
    É que são tudo coisinhas que eu gosto muito e não acho graça a que haja descriminação nos " comes e bebes"!

    ResponderExcluir
  7. Romicas!
    Leia o ultimo paragrafo p.f.
    Bom appetite !!!

    ResponderExcluir
  8. J. Leitão, as minhas milhentas desculpas. Aliás, outra coisa nem seria de esperar dum grupo de cavalheiros como o do bairro.
    Mas que a visão de tais petiscos tira qualquer bom senso, lá isso... tira.
    Estarei perdoada?!?
    Um beijinho
    Romicas

    ResponderExcluir
  9. Este ASSUNTO é digno de MENSÃO HONROSA.
    Um Abbraço.
    Tonito.

    ResponderExcluir
  10. Não sei quando vou ter disponibilidade, mas terei de ir a Podentes para provar e não só o cavalo selvagem do Pedro Martins!
    O Cabrito de Sicó foi regado com vinho de Podentes, pois o Restaurante foi lá que que contratou o vinho.
    Nessa altura ainda eu não sabia que o Pedro Martins era produtor!

    ResponderExcluir